Técnicas de Transplante de Cabelo

Existem duas formas para retirar os folículos pilosos da área doadora. Técnica FUT e FUE.

As técnicas podem ser associadas na mesma cirurgia para o aumento do número de unidades e famílias foliculares por procedimento.

Técnica FUE

O FUE, Folicular Unit Extraction ou Extração Única Folicular, é a retirada de cabelos da área doadora do couro cabeludo, utilizando um cilindro de metal (Micro Punch de 0,75 a 1,0 mm), de forma manual, motorizada ou robotizada. Dependendo do tamanho do Micro Punch são retiradas unidades foliculares (1 fio), ou famílias foliculares (2 a 3 fios). Para ilustrar o tamanho do micropunch veja a foto, colocamos um grafite de 0,5 mm no orifício do punch.

Técnica Fue

A região doadora do couro cabeludo para a retirada dos folículos não pode ser sensível a alopecia androgenética, área segura, localizada na nuca e lateralmente superiores das orelhas, do contrário com o tempo esses cabelos podem cair. Após retirados os enxertos são armazenadas sob refrigeração numa solução de soro fisiológico aguardando o transplante. Todo o processo é realizado com estereoscópica ótica, lupas cirúrgicas. Há necessidade de raspar os cabelos da área doadora para a cirurgia, em casos específicos podemos raspar somente algumas áreas do couro cabeludo, porem diminuindo a produção de fios. O tempo cirúrgico é maior em relação a FUT. A quantidade de unidades e famílias foliculares com a técnica FUE comparadas com técnica STRIP (faixa) é menor pois a equipe para realização do transplante de cabelos com STRIP (faixa) é bem maior, proporcionalmente conseguimos 60% da quantidade de cabelos com a técnica FUE em relação a técnica STRIP (faixa) no mesmo tempo cirúrgico. Como os orifícios causado pela retirada são muito pequenos, as cicatrizes puntiformes também são diminutas.  Novos procedimentos de transplante de cabelos podem ser realizados com a mesma técnica. Lembrando quanto maior o número de sessões e unidades retiradas com FUE pode haver áreas com diminuição importante de cabelos da área doadora, mesmo com cabelo mais comprido há possibilidade de rarefação de cabelos no local, e com o cabelo raspado áreas esbranquiçadas no couro cabeludo poderão surgir. As indicações para a técnica FUE são: pacientes que desejam raspar os cabelos; retoques de transplantes antigos reaproveitando cabelos de locais indevidamente transplantados; utilizar pelos de diversas regiões do corpo para reconstrução, por exemplo barba; novos procedimentos de transplante de cabelos em paciente que perderam a elasticidade do couro cabeludo na área doadora, Não são todos os pacientes que podem realizar essa técnica, há necessidade de um teste para avaliar o tipo de cabelo e indicar ou não o procedimento. Por ser uma cirurgia de porte menor a dor e edema (inchaço) são menores.

Técnica Mista

Quando retiramos cabelos da área doadora utilizando a técnica FUT e FUE com intuito de aumentar a rendimento da cirurgia em 20 a 40% a mais de cabelos.

Técnica FUT, STRIP ou Tira

FUT ou tira de couro consiste na retirada de uma tira de couro cabeludo de uma área segura, essa área é localizada na nuca e acima de ambas as orelhas. Segura pois não sofrerá efeito da alopecia androgenética, ou seja, nunca terá alopecia androgenética.

Couro CabeludoApós as bordas da ferida são fechadas com a técnica da sutura tricofítica, tal cuidado permite nascer cabelos em cima da cicatriz linear residual.
Essa cicatriz é bastante fina. Os pontos são retirados após 7 dias da cirurgia. Nessa técnica não há necessidade de raspar os cabelos de nenhuma região do couro cabeludo. Depois de retirada, a área doadora é entregue as auxiliares que separam as unidades foliculares, utilizando estereoscópia óptica e transiluminação.
A equipe que realiza este procedimento deve ser numerosa e experiente, pois diminui o tempo da cirurgia. Com a estereoscópia óptica e transiluminação, pequenas estruturas dos enxertos ficam evidenciadas, permitindo uma separação mais precisa das unidades foliculares.

FolículosAs unidades e famílias foliculares são separadas, respeitando sua anatomia com 1, 2, 3 e 4(raros) fios de cabelos, como a natureza os criou, olhe no couro cabeludo de outra pessoa, há cabelos únicos e conjunto de 2 a 4 fios, se os separarmos, iremos danificá-los. Estes enxertos são armazenados sob refrigeração em soro fisiológico. Há uma variação de quantos enxertos são produzidos com uma área de 28 por 1,7 cm. Em média 2.000 a 3.000, podendo chegar a 6.000 fios de cabelos. Estes valores variam em decorrência das características do couro cabeludo e cabelo de cada paciente. Nessa técnica perda de folículos praticamente não existe.

Novos procedimentos de transplante de cabelos podem ser realizados com a mesma técnica desde que o paciente tenha elasticidade do couro cabeludo que permita um novo procedimento, a cicatriz linear resultante independente do número de procedimentos é uma só. Lembrando quanto maior o número de sessões realizada maior é a possibilidade de a cicatriz da área doadora ficar mais aparente. Caso o paciente não tenha mais elasticidade no couro cabeludo, há a possibilidade realizar uma nova cirurgia por meio da técnica FUE.

Sutura Tricofítica

Após a retirada da área doadora na técnica FUT retiramos a parte superficial da pele da borda superior da área que ira receber a sutura. Com a retirada da pele superficial deixamos parte dos fios dentro da sutura e esses fios irão nascer em cima da cicatriz, escondendo está.
Vídeo:

Técnica FUT com fios longos

Técnica FutE a mesma técnica FUT porem com o cuidado não cortar os cabelos da área doadora. É uma técnica mais demorada e difícil para a equipe.

Os benefícios são o melhor controle da implantação aos fios em relação a inclinação e densidade além do paciente observa o resultado logo após a cirurgia e poder participar de atividade social ou profissional logo após a cirurgia.

Nem todos os tipos de cabelos aceitam a técnica de fio longo. Os cabelos caem em torno de 1 mês voltando a crescer de 4 a 7 meses após o procedimento.

Robô

É a retirada robotizada de unidades e famílias foliculares utilizando a técnica FUE. A retirada somente pode ser realizada da região da nuca e não acima das orelhas, nessas regiões deve ser feita de forma manual ou mecânica.  O robô encarece o procedimento.

Avaliação online

Saiba qual o tratamento para queda de cabelo e o mais adequado para você.

Fazer avaliação online agora

FAÇA UMA BUSCA PELO SITE

O Cirurgião Capilar

O tratamento na calvície não acaba na cirurgia, nossa equipe é extremamente atenciosa com o paciente, garantindo todo o suporte necessário, antes, durante e depois na cirurgia. DR. SANDRO SALANITRI Especialista em implante capilar

Especialista em implante capilar

ENQUETE

    • Qual a sua maior duvida no transplante de cabelos?

      Carregando ... Carregando ...
  • Qual o seu problema?